Saúde

O atraso da menstruação pode ter vários fatores

O atraso da menstruação pode ter vários fatores

Além de uma possível gravidez, outros fatores podem determinar ausência do fluxo

Algo normal na vida de uma mulher, a menstruação traz com ela a responsabilidade de gerar outro ser e algumas preocupações. Logo, quando o ciclo atrasa, é normal que a primeira suspeita seja de gravidez, ainda mais se a mulher é fértil e ativa sexualmente, porém nem sempre o atraso é sinal de gravidez. Maus hábitos podem induzir atrasos ou mudanças constantes no ciclo – o que nunca deve ser encarado como algo normal – e até mesmo doenças podem causar o atraso do fluxo.

Leia também:

Benefícios da soja para a pele
Ficar estressada pode ajudar a memória
Conheça os benefícios do amaranto e tenha uma alimentação mais saudável

O ciclo menstrual dura em média de 25 a 35 dias, para a maioria das mulheres, e atrasos podem ocorrer em diferentes períodos da vida fértil. Os fatores determinantes para a ausência de fluxo vão desde problemas emocionais à doenças do trato vaginal, geralmente manifestadas através de infecções e inflamações, podendo ser proveniente de DST’s. Confira abaixo o que pode causar o atraso menstrual.

Problemas emocionais

Depressão, ansiedade, estresse, síndrome do pânico, entre outros, podem influenciar diretamente no ciclo menstrual porque mexem com o sistema nervoso. Mudanças de rotina alteram o estado emocional, o que pode fazer com que a menstruação antecipe ou atrase.

Insônia

Dormir mal ou pouco pode causar um desequilíbrio hormonal e alterar o ciclo, principalmente se a insônia estiver associada à ansiedade e ao estresse.

Transtorno alimentares

Transtornos como bulimia, anorexia e a obesidade influenciam diretamente no ciclo menstrual, podendo adiantar ou atrasar o fluxo. Esses transtornos alimentares causam estresse nas mulheres que se alimentam de forma inadequada e muitas vezes com alimentos sem qualidade e que não trazem nenhum tipo de benefício e, consequentemente, influenciam no atraso.

Perimenopausa

O período que antecede a menopausa reduz drasticamente a produção de estrogênios, levando a mulher a ter irregularidades durante o ciclo, causando atraso menstrual, palpitação, crises de suor, insônia, problemas urinários, irritabilidade, dores de cabeça, calor, depressão, hipertensão arterial, entre outros problemas. Os sintomas da perimenopausa aparecem em mulheres com menos de 45 anos (acho que fica melhor se colocar a partir dos 40) de idade, podendo permanecer por vários anos.

Exercícios físicos em excesso

Praticar exercícios físicos pesados e em excesso podem não só atrasar a menstruação como também pode fazer com que ela pare por um tempo. A amenorreia – falta de menstruação – ocorre em 2% a 4% da população feminina em geral e pode até chegar a atingir de 3% até 66% das atletas.

Doenças

Alterações constantes no ciclo menstrual – quando descartada gravidez – podem estar associadas à doenças. Fique atenta e vá ao ginecologista o mais rápido possível. Ovários policísticos, mioma uterino, problemas na tireóide e endometriose são algumas doenças que podem esta ligadas à falta de menstruação.

Comentário

Comentário

Saúde

MAIS EM Saúde

Clamídia pode causar infertilidade na mulher e no homem

5 de novembro de 2013

Beber água ajuda a engordar menos

22 de outubro de 2013

Saiba quais são as causas mais comuns da amenorreia

16 de outubro de 2013

Peso baixo pode complicar a gestação

15 de outubro de 2013

Sintomas de glicose alta

10 de outubro de 2013

Energético em excesso faz mal

1 de outubro de 2013

Amenize os sintomas da gastrite

27 de setembro de 2013

Se o seu problema é memória, aposte nestas dicas

29 de agosto de 2013

O excesso de transpiração pode indicar sintomas da hiperhidrose

28 de agosto de 2013